domingo, 3 de janeiro de 2010

A Criação (1798)

criacao_adao2[1]

Em 1790 e 1794, Joseph Haydn, então com seus 60 anos e afetuosamente chamado de “papai”, fez duas famosas visitas a Londres. Nessa cidade, ele descobriu a liberdade artística. Os dias de incessante produção musical para atender aos irmãos Esterházy, príncipes da Hungria, já haviam passado, pois nessa época os melhores compositores da Inglaterra eram pagos para escrever para os concertos públicos. “Como é doce um pouco de liberdade!”, escreveu ele, “… embora minha mente esteja sobrecarregada por uma multidão de tarefas… a certeza de que não sou mais um servo contratado compensa todos os meus problemas”.Abadia%20de%20Westminster[1]

Durante a primeira visita de Haydn a Londres, ele ouviu os oratórios de Londres executados por forças enormes – que chegavam a 1000 executantes – na Abadia de Westminster (foto). Encantado com essas obras-primas, muitas das quais foram compostas no final da vida de Haendel, 40 ou 50 anos antes, Haydn voltou a Viena com um libreto que, como se afirma, havia sido preparado para o próprio Haendel, e pediu ao bibliotecário do Imperador que o traduzisse.

Assim surgiu “A Criação”, um grande oratório dedicado ao homem comum e que Haydn levou dois anos para escrever. “Pretendo que ele dure muito tempo”, afirmou ele. Haydn não tinha com que se preocupar. Na década seguinte, 45 apresentações só em Viena e o sucesso por toda a Europa garantiram a fama e a atração permanente da obra.

Em uma época abalada por incertezas, “A Criação” foi um notável testamento de fé do compositor: “Nunca fui tão piedoso quanto ao escrever A Criação. Toda manhã eu me ajoelhava e orava a Deus para que me desse forças para o trabalho”, afirmou ele. O oratório capta seu encanto pelo homem, os animais e a natureza, bem como a gratidão a Deus por sua criação, misturando citações familiares dos livros do Gênese e dos Salmos com linhas retrabalhadas do “Paraíso Perdido” de Milton.

UNIVERSE_Big-Bang[1]

A libertação de Haydn do servilismo e do patronato da corte, bem como sua dedicatória d’A Criação ao homem comum fazem eco aos tempos agitados em que o compositor vivia. A época do Iluminismo, com suas desordenadas manifestações de elegância e opulência, corroboradas pela complacente racionalidade e o poderio aristocrático, foi feita em frangalhos pelas Revoluções Americana e Francesa, que sublevaram e fragmentaram todo o mundo ocidental. O Iluminismo havia-se transformado em Era da Revolução – industrial, política e social – , bem como numa era de guerras.

O caráter urbano e cortês da música das épocas Barroca e Clássica então cedeu lugar à música revolucionária no início do século seguinte – com a explosiva e radical sinfonia “Heroica” de Beethoven como seu arquétipo.

Embora Haydn fosse unanimemente reverenciado ao falecer em 1809, sua música era antiquada se comparada com a de Beethoven. Contudo, em termos musicais, a revolução tinha uma grande dívida para com a contenção e o refinamento dos clássicos: particularmente em suas sinfonias e quartetos Beethoven apropriou-se das sólidas bases de seu predecessor e sobre elas criou obras que se elevam muito acima da paisagem musical do século seguinte.

A CRIAÇÃO – J. HAYDN

haydn[1]
Audição e análise do trecho:
Parte 2 –“Vollendett ist das grosse Werk” – Início

A Criação de Haydn está cheio de vívidas imagens que descrevem todas as glórias da criação com surpreendentes detalhes programáticos. Podemos ouvir ou animais rasteiros, o leão saltando, o vento soprando e – no prelúdio que introduz o surgimento do sol – quase se consegue sentir o calor que emana da música. Neste coro de agradecimento Haydn exibe sua capacidade de escrever para múltiplas vozes.

00:13 – Completa está a gloriosa obra do Senhor. Em alto e bom som rejubilemo-nos e lovemos a Deus.

01:27 – Gabriel, Uriel, Rafael: Todas os seres vivos esperam em Ti; a Ti eles imploram por seu sustento.

02:00 – Tu abres Tua mão e alimenta a todos eles.

03:01 – Rafael: Mas como Tua face não se mostra a eles, o terror os acomete quando lhes tira o alento e eles desaparecem no pó.

03:57 - (trio) Mas que Teu alento continue a soprar-lhes a vida e renovar-lhes o vigor.

Fonte: Revista Classic CD, edição nº 17

O tempo total do oratório é de 129:07.

té mais!

2 comentários:

Geraldo disse...

Olá Rodrigo,

É sempre bom temos espaço para a divulgação de musicas imortais e compositores geniais...

Parabéns pela tua postagem..

Abraço

Rodrigo Nogueira disse...

Muito obrigado! Conte comigo nesta luta!
Abç!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, leia as normas do blog:

Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua participação, fico na expectativa de seu retorno!

Conheça o Super Fusion Blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Sons, Filmes & Afins,

um refúgio para quem tem a mente aberta, mas opinião própria"

Marcadores

1975 (1) 1977 (1) 1979 (45) 2 Tone (1) 2001 (1) 50 Obras Revolucionárias (51) A Formação do Gosto Musical (8) A Pedidos (3) Abba (3) AC/DC (2) ação (14) Acervo Original (6) acid house (4) acid jazz (6) Acid Rock (1) acid techno (1) Aerosmith (2) afoxé (1) afrobeat (3) Allman Brothers Blues Band (1) Alternative Dance (1) Ambient (2) amizade (6) análise (1) animação (2) Aniversário (1) Arraste-me para o inferno (1) Art Blakey (1) art rock (5) aventura (4) axé (2) baião (1) baixo (6) baladas (3) balanço do ano (5) Barry White (1) bateria (2) be bop (8) Bebel Gilberto (1) Beethoven (6) Bela Fleck (1) Ben Affleck (1) Ben Kingsley (1) Berg (1) Berlioz (3) big band (2) Big Star (1) Bill Evans (1) Bill Wyman (1) Billie Holiday (1) Billy Bob Thornton (1) Billy Joel (1) biografia (3) black metal (2) Black Sabbath (1) Blackened Death Metal (1) Blind Faith (1) Blondie (1) Blue Cheer (1) bluegrass (1) blues (14) blues rock (1) Bob Dylan (1) Bob Marley (2) bolero (2) Bon Jovi (2) bossa nova (5) Boston (1) Boulez (1) Brahms (1) Brian Eno (6) Brittany Murphy (1) Brutal Death Metal (1) Buddy Guy (1) Burning Spear (1) Buzzcocks (2) Caetano Veloso (3) Cage (1) calipso (1) Camisa de Vênus (1) Cannonball Adderley (1) cantata (1) Carpenters (1) celta (2) Charles Mingus (1) Charlie Parker (2) Cheap Trick (1) Cher (1) Chet Baker (1) Chic (3) Chic Corea (4) chicago blues (2) Chico Buarque (2) Chopin (1) Choro (1) Christian McBride (1) Cícero (6) Clive Owen (1) comédia (16) Concerto (1) Cool Jazz (5) Count Basie (1) Counting Crows (1) country (7) country rock (3) Crumb (1) Curtis Mayfield (1) dance (3) David Bowie (6) Dead Kennedys (1) Death Doom Metal (1) death metal (6) debate (2) Debussy (2) Deep Purple (2) Def Leppard (1) Delaney Bonnie And Friends (1) delta blues (2) Dennis Hopper (1) Dennis Quaid (1) Dennis Wilson (1) Denzel Washington (1) Derek And The Dominos (1) Descartes (2) Destaques (1) Devo (2) Dianne Reeves (1) Dire Straits (1) disco (8) Divulgação (1) Dizzie Gilesppie (1) Django Reinhardt (1) Donizetti (1) Donna Summer (1) doo wop (3) Doom Metal (1) drama (27) Dream Theater (1) Drone Doom (1) Duke Ellington (4) Dulce Pontes (1) Dupré (1) Eagles (1) Earth Wind and Fire (3) easy listening (2) Electric Blues (1) electric-folk (1) Elis Regina (1) Ella Fitzgerald (1) ELO (1) Elton John (2) Elvis Costello (2) ensaio (25) Entrevista (1) época (2) Eric Clapton (3) Erroll Garner (1) Esta Música é Arte? (3) fado (2) Fairport Convention (1) Falecimentos (7) fantasia (4) Fela Kuti (1) Feldman (1) ficção científica (6) filme (69) Filosofia (3) flamenco (2) Fleetwood Mac (3) folk (9) Folk Metal (1) forró (1) Frank Sinatra (1) free jazz (4) frevo (1) Funeral Doom (1) funk (14) Funkadelic (1) fusion (10) Gal Costa (2) Gang of Four (1) Gary Numan (1) Genesis (2) Gershwin (1) Gesualdo (1) Gilberto Gil (2) glam rock (1) Glinka (2) Gluck (1) gospel (3) gótico (6) Grammy (2) Graziani (1) Gregory Isaacs (1) guerra (4) guitara (2) guitarra (5) gypsy jazz (1) Hank Jones (1) hard bop (4) hard rock (15) hardcore (2) Haydn (3) heavy metal (17) Herbie Hancock (2) hip-hop (5) Holger Czukay (1) Holst (1) homenagem (1) Horace Silver (1) Houghton (1) house (2) Ian Dury (1) Iggy Pop (2) indie rock (1) infantil (2) Iron Butterfly (1) Isaac (1) Isabelle Fuhrman (1) Ives (1) J.S. Bach (5) Jaco Pastorious (2) James Brown (2) Jamiroquai (1) Japan (1) jazz (44) Jazz Modal (1) Jean Michel Jarre (2) Jefferson Airplane (1) Jenifer Lopez (1) Jimi Hendrix (1) Jimmy Cliff (1) Jimmy Smith (1) Joan Armatrading (1) Joan Sutherland (1) João Gilberto (2) John Coltrane (1) John Mayall's Bluesbreakers (1) John Travolta (1) Johnny Alf (1) Joni Mitchell (3) Jorge Ben Jor (2) Joy Division (2) Judas Priest (1) Julia Roberts (1) Keith Jarrett (1) Kim Bassinger (1) Kiss (2) Kompha (1) Kraftwerk (2) krautrock (5) Led Zeppelin (2) Lee Jackson (1) Leibniz (1) Lenny White (1) Leonin (1) Listas (19) Liszt (2) Louis Armstrong (2) lundu (1) Machaut (1) madchester (2) Magazine (1) Mahler (2) Marcelo Nova (1) Maria Bethânia (1) Marianne Faithfull (1) Marvin Gaye (3) MDM (1) Meat Loaf (1) Medieval Metal (1) Melodic Death Metal (1) Memphis (1) Meryl Streep (1) Messiaen (1) Metal Progressivo (2) Michael Jackson (3) Mickey Rourke (1) Miles Davis (4) Miúcha (1) modal (2) modinha (1) Monteverdi (2) Motörhead (1) Mozart (6) MPB (10) músic eletrônica (3) música ambiente (4) música clásica (1) música clássica (4) Música do outro mundo (11) música eletrônica (4) música experimental (3) música industrial (2) Música na Cabeça (7) musical (1) Musicoterapia (1) Ná Ozzetti (1) Nat King Cole (1) Neil Young (1) new age (1) new wave (15) Ney Matogrosso (1) Nina Simone (1) Nirvana (1) O que é? (6) ópera rock (2) opinião (23) Oscar (1) Paco de Lucía (1) Parliament (2) Pat Metheny (1) Paul Giamatti (1) Paul McCartney (1) Paul Weller (1) Paulinho Nogueira (1) Paulo Moura (1) Penelope Cruz (1) Pere Ubu (2) Peri (1) Perotin (1) Perusio (1) Peter Frampton (1) Peter Gabriel (1) Peter Sarsgaard (1) Peter Tosh (1) piano (2) Pink Floyd (6) polca (1) Police (1) policial (5) pop (23) pop rock (4) pós-punk (6) Post-Punk (2) Poulenc (1) Power Metal (1) Presente (2) Primus (1) Prince (1) Progressive Death Metal (1) promocional (6) Public Image Ltd. (2) Puccini (1) punk rock (31) Quadrinho (1) Queen (1) Racionais MCs (1) Ramones (3) rap (2) Red Hot Chili Peppers (2) reggae (6) Reich (1) Return To Forever (1) Richard Wagner (2) Rick Wakeman (1) rock (70) rock de vanguarda (4) rock progressivo (9) rock psicodélico (3) rockabilly (2) Rolling Stones (2) romance (9) Ronnie James Dio (1) Rush (1) Russell Crowe (1) Rythm and Blues (5) Saint-Saens (1) Sam Raimi (1) samba (5) Sarah Vaughan (1) Satie (1) sax (1) Schoenberg (4) Schubert (3) Schumann (2) Scorpions (1) Scriabin (1) sebo (1) Série Especial de Domingo (80) Sex Pistols (6) Shirley Verrett (1) Show (1) Simone (1) Siouxsie and The Banshees (1) Sister Sledge (1) ska (1) smooth jazz (3) soul (9) soul jazz (4) speed metal (2) Spyro Gyra (1) Stan Getz (1) Stanlay Clarke (1) Star Trek (1) Steely Dan (1) Stéphane Grappelli (1) Steve Vai (1) Steve Winwood (1) Stevie Wonder (2) Stockhausen (1) Stravinsky (1) Sunday (1) Supertramp (1) surf music (1) suspense (14) swing (5) Symphonic Prog (1) synthpop (3) Talking Heads (2) tango (2) Tchaikovski (2) Technical Death Metal (1) techno (5) Television (1) Terri Lyne Carrington (1) terror (7) Tex (1) The Adverts (1) The B-52's (1) The Beach Boys (1) The Beatles (3) The Cars (1) The Clash (3) The Cramps (2) The Cream (3) The Crusaders (1) The Damned (1) The Doors (1) The Fall (1) The Germs (1) The Gun Club (1) The Hollies (1) The Jam (1) The Jazz Crusaders (1) The Modern Lovers (2) The Only Ones (1) The Penguin Cafe Orchestra (1) The Residents (1) The Saints (1) The Slits (2) The Specials (1) The Stooges (2) The Stranglers (2) The Trio (1) The Undertones (1) The Who (1) Thelonious Monk (2) Thin Lizzy (1) thrash metal (2) Throbbing Gristle (1) Titãs (1) Tom Jobim (2) Tom Petty (1) Tom Wilkinson (1) Top Blog (1) TOPS (1) Toquinho (1) Tracy Chapman (1) Traffic (1) trance (2) tropicália (3) Tudo isso é rock (1) valsa (1) Van Halen (2) Van Morrisson (1) Varèse (1) Vaughan Williams (1) Velvet Underground (1) Vera Farmiga (1) Vídeo (1) Viking Metal (1) Villa-Lobos (1) Vinícius de Moraes (1) Vinil (1) violão (1) Vivaldi (2) Watt 69 (1) Weber (1) Webern (1) Wes Montgomery (1) west coast jazz (1) Wheater Report (1) Willie Nelson (2) Winger (1) Winona Ryder (1) Wire (2) X-Ray Spex (1) Yardbirds (1) Yes (1)