sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Arraste-me para o Inferno

arraste-me-para-o-inferno-2009[1]

Drag Me To Hell (2009)

Direção: Sam Raimi. Com Alison Lohman, Justin Long, Lorna Raver e David Paymer.

Moça, funcionária de um banco, recusa-se a postergar novamente o vencimento da hipoteca de uma velha senhora.

O que a pobre moça não sabia é que a velha era uma cigana beeem vingativa, que joga uma praga violenta deixando a donzela com apenas três dias para se livrar da maldição, senão o tinhoso cascudo virá arrastá-la para o inferno.

Sam Raimi é um diretor famoso, dirigiu alguns blockbusters como o Homem-Aranha por exemplo, mas no início da carreira, trabalhou com filmes de terror (Uma Noite Alucinante), e num acesso de nostalgia, quis dirigir e roterizar essa “peça” que trato aqui neste post.

Pensei: filme que tem no elenco os estereotipados Justin Long e David Paymer, não pode ser coisa séria, logo, não esperava um denso horror psicológico.

Estava certo. Trata-se de uma bobagem sem tamanho, com direito a sustos gratúitos causados apenas pelos efeitos sonoros e nojeiras sem fim.

Se você assistir esse filme num home-theater, garanto que vai levar susto até com um singelo lencinho de tanto estardalhaço sonoro que há.

Aconselho, se você realmente for assistir, que não coma durante a sessão, pois todo tipo de bizarrice nojenta foi colocado no longa. Exemplo? Imagine um morto cair em cima de você e derramar todo o líquido corpório (verde) no seu rosto, que tal?

Li várias críticas favoráveis ao filme, argumentando que tudo isso são “homenagens” e os absurdos são propositais para trazer um humor negro.

 

ATORES/ATRIZES

alison-lohman-drag-me-to-hell[1]

Alison Lohman, além de embelezar o filme, manda bem interpretando a pobre coitada que é infernizada pela velha maldita e pelo chifrudo cascudo.

Passa um ar de heroína com um quê de moça tonta perfeitamente.

zack and miri make a porno 3 211008 Justin Long é o namorado da protagonista. Em qualquer filme que você o encontre, e nesse não é diferente, faz o mesmo papel. Você ri só de olhar para a cara dele, não porque ele é ruim, mas porque ele é engraçado mesmo. Ainda mais tentando ser sério.

Diferente da maioria dos filmes do tipo, a personagem dele ACREDITA na moça amaldiçoada antes que seja tarde demais, não que isso faça alguma diferença para a conclusão do filme…

Lorna_Raver[1] 2009_drag_me_to_hell_003[1]

Lorna Raver é a impagável cigana desgraçada, maldita, nojenta, asquerosa, grudenta, bafuda, fedida; que não larga do pé da bonitinha nem depois de morta, aparecendo toda hora e nos locais mais improváveis. Causa sustos, risos e enjoos.

A distinta senhora à esquerda trabalha excelentemente. É a melhor do filme.

WireImage_1213415[1]

David Paymer faz o gerente do banco no qual a mocinha trabalha. Aqui cabe uma reflexão: é impressionante como o mundo corporativo é calhorda. O gerente, por ter disponível uma vaga de gerente-assistente, usa expedientes sórdidos para acirrar a concorrência entre os candidatos ao cargo. Pena que a velha doida não pega ele também!

ROTEIRO

É muito bem feito, se você for levar em conta que esse filme não passa de uma grande tiração de sarro.

Tem uma porção de clichês, mas todos colocados propositalmente:

  • casal de namorados lutando contra a maldição com o auxílio de “místicos”;
  • Sessões de exorcismo que não dão muito certo;
  • capeta sem nenhum propósito;
  • Sogro paspalho e sogra megera;
  • Rival bunda-mole, etc (poderia ficar até amanhã citando)

Além de vários furos hilários, também propositais, como:

  • A menina “jorra” uns quatro litros de sangue e não fica nem tonta;
  • É melada com todo tipo de gosma nojenta e logo depois está sequinha;
  • Recebe meio braço na garganta (como isso é possível?!);
  • Cava uma enorme cova, debaixo de chuva, como uma profissional e rapidamente, etc.

O final é irônico e cheio de humor negro, mas não dá para dizer que era inesperado.

Dei uma boa pincelada no filme. Você decide se assiste ou não. Recomendo apenas para quem gosta de filmes de “terrir”.

Trailer:

té mais!

9 comentários:

Martha Nogueira disse...

Ah... a sua crítica ficou tão bem humorada que deu até vontade de assistir!! Mas vou pedir emprestado, pra não ficar triste por gastar dinheiro com bobeira! hahahhaha

Anônimo disse...

Esse filme é muuuuuuuito ruim... ele não é nem trash nem assustador, fica num meio termo bem chinfrim... péssimo.

Humberto disse...

Bom, vê-se logo que filmes de terror não é sua praia. Aposto que se assistir EVIL DEAD e outros mais, vai achar uma "bobagem sem tamanho". Você deve ser do tipo que assiste Igmar Bergman, não entende porra nenhuma e vem fazer resenha. Adeus 5 minutos que perdi lendo essa merda de texto.

João Gabriel disse...

esse filme não vale 1 real!! vai por mim no começo até que vc pensa que vai valer a pena mas depois vira uma merda!! ele é aqueles terror manjado!!! muito podre mal feito! o final parece que vc ta vendo um filme para criança

Daniel B. disse...

A muito tempo não via um filme tão bom!! gostei muito!!
muitos sustos ahaha

muito bom!

Menina Travessa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Menina Travessa disse...

Eu gostei! Concordo q é não digno de Oscar, mas me prendeu até o final! Não chega a ser um trash, mas fica bem próximo! Tem outros "piores" (no sentido de mal-gravados e com cenas "feias", tipo o citado acima Evil Dead, q é trash, mas eu adoooro!) Pra quem gosta do gênero é uma boa pedida. Pra quem não gosta, vai achar uma boa merda! Bjks

Michael disse...

''O final é irônico e cheio de humor negro, mas não dá para dizer que era inesperado.''

Concordo com você, eu assisti no cinema e valeu cada centavo. O filme é muito bom, e o final e MUITO INESPERADO. '.' Só fiquei com pena dela, mas não poderia ter feito um final melhor.

Amei o FILME. dimais

Anônimo disse...

Nada a ve esse filme ai..

É perda de tempo...naum tem nada de terror...tem até comédia no filme...mto ruim...pelo nome parece ser bom..mas o filme...é uma B***A..

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, leia as normas do blog:

Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua participação, fico na expectativa de seu retorno!

Conheça o Super Fusion Blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Sons, Filmes & Afins,

um refúgio para quem tem a mente aberta, mas opinião própria"

Marcadores

1975 (1) 1977 (1) 1979 (45) 2 Tone (1) 2001 (1) 50 Obras Revolucionárias (51) A Formação do Gosto Musical (8) A Pedidos (3) Abba (3) AC/DC (2) ação (14) Acervo Original (6) acid house (4) acid jazz (6) Acid Rock (1) acid techno (1) Aerosmith (2) afoxé (1) afrobeat (3) Allman Brothers Blues Band (1) Alternative Dance (1) Ambient (2) amizade (6) análise (1) animação (2) Aniversário (1) Arraste-me para o inferno (1) Art Blakey (1) art rock (5) aventura (4) axé (2) baião (1) baixo (6) baladas (3) balanço do ano (5) Barry White (1) bateria (2) be bop (8) Bebel Gilberto (1) Beethoven (6) Bela Fleck (1) Ben Affleck (1) Ben Kingsley (1) Berg (1) Berlioz (3) big band (2) Big Star (1) Bill Evans (1) Bill Wyman (1) Billie Holiday (1) Billy Bob Thornton (1) Billy Joel (1) biografia (3) black metal (2) Black Sabbath (1) Blackened Death Metal (1) Blind Faith (1) Blondie (1) Blue Cheer (1) bluegrass (1) blues (14) blues rock (1) Bob Dylan (1) Bob Marley (2) bolero (2) Bon Jovi (2) bossa nova (5) Boston (1) Boulez (1) Brahms (1) Brian Eno (6) Brittany Murphy (1) Brutal Death Metal (1) Buddy Guy (1) Burning Spear (1) Buzzcocks (2) Caetano Veloso (3) Cage (1) calipso (1) Camisa de Vênus (1) Cannonball Adderley (1) cantata (1) Carpenters (1) celta (2) Charles Mingus (1) Charlie Parker (2) Cheap Trick (1) Cher (1) Chet Baker (1) Chic (3) Chic Corea (4) chicago blues (2) Chico Buarque (2) Chopin (1) Choro (1) Christian McBride (1) Cícero (6) Clive Owen (1) comédia (16) Concerto (1) Cool Jazz (5) Count Basie (1) Counting Crows (1) country (7) country rock (3) Crumb (1) Curtis Mayfield (1) dance (3) David Bowie (6) Dead Kennedys (1) Death Doom Metal (1) death metal (6) debate (2) Debussy (2) Deep Purple (2) Def Leppard (1) Delaney Bonnie And Friends (1) delta blues (2) Dennis Hopper (1) Dennis Quaid (1) Dennis Wilson (1) Denzel Washington (1) Derek And The Dominos (1) Descartes (2) Destaques (1) Devo (2) Dianne Reeves (1) Dire Straits (1) disco (8) Divulgação (1) Dizzie Gilesppie (1) Django Reinhardt (1) Donizetti (1) Donna Summer (1) doo wop (3) Doom Metal (1) drama (27) Dream Theater (1) Drone Doom (1) Duke Ellington (4) Dulce Pontes (1) Dupré (1) Eagles (1) Earth Wind and Fire (3) easy listening (2) Electric Blues (1) electric-folk (1) Elis Regina (1) Ella Fitzgerald (1) ELO (1) Elton John (2) Elvis Costello (2) ensaio (25) Entrevista (1) época (2) Eric Clapton (3) Erroll Garner (1) Esta Música é Arte? (3) fado (2) Fairport Convention (1) Falecimentos (7) fantasia (4) Fela Kuti (1) Feldman (1) ficção científica (6) filme (69) Filosofia (3) flamenco (2) Fleetwood Mac (3) folk (9) Folk Metal (1) forró (1) Frank Sinatra (1) free jazz (4) frevo (1) Funeral Doom (1) funk (14) Funkadelic (1) fusion (10) Gal Costa (2) Gang of Four (1) Gary Numan (1) Genesis (2) Gershwin (1) Gesualdo (1) Gilberto Gil (2) glam rock (1) Glinka (2) Gluck (1) gospel (3) gótico (6) Grammy (2) Graziani (1) Gregory Isaacs (1) guerra (4) guitara (2) guitarra (5) gypsy jazz (1) Hank Jones (1) hard bop (4) hard rock (15) hardcore (2) Haydn (3) heavy metal (17) Herbie Hancock (2) hip-hop (5) Holger Czukay (1) Holst (1) homenagem (1) Horace Silver (1) Houghton (1) house (2) Ian Dury (1) Iggy Pop (2) indie rock (1) infantil (2) Iron Butterfly (1) Isaac (1) Isabelle Fuhrman (1) Ives (1) J.S. Bach (5) Jaco Pastorious (2) James Brown (2) Jamiroquai (1) Japan (1) jazz (44) Jazz Modal (1) Jean Michel Jarre (2) Jefferson Airplane (1) Jenifer Lopez (1) Jimi Hendrix (1) Jimmy Cliff (1) Jimmy Smith (1) Joan Armatrading (1) Joan Sutherland (1) João Gilberto (2) John Coltrane (1) John Mayall's Bluesbreakers (1) John Travolta (1) Johnny Alf (1) Joni Mitchell (3) Jorge Ben Jor (2) Joy Division (2) Judas Priest (1) Julia Roberts (1) Keith Jarrett (1) Kim Bassinger (1) Kiss (2) Kompha (1) Kraftwerk (2) krautrock (5) Led Zeppelin (2) Lee Jackson (1) Leibniz (1) Lenny White (1) Leonin (1) Listas (19) Liszt (2) Louis Armstrong (2) lundu (1) Machaut (1) madchester (2) Magazine (1) Mahler (2) Marcelo Nova (1) Maria Bethânia (1) Marianne Faithfull (1) Marvin Gaye (3) MDM (1) Meat Loaf (1) Medieval Metal (1) Melodic Death Metal (1) Memphis (1) Meryl Streep (1) Messiaen (1) Metal Progressivo (2) Michael Jackson (3) Mickey Rourke (1) Miles Davis (4) Miúcha (1) modal (2) modinha (1) Monteverdi (2) Motörhead (1) Mozart (6) MPB (10) músic eletrônica (3) música ambiente (4) música clásica (1) música clássica (4) Música do outro mundo (11) música eletrônica (4) música experimental (3) música industrial (2) Música na Cabeça (7) musical (1) Musicoterapia (1) Ná Ozzetti (1) Nat King Cole (1) Neil Young (1) new age (1) new wave (15) Ney Matogrosso (1) Nina Simone (1) Nirvana (1) O que é? (6) ópera rock (2) opinião (23) Oscar (1) Paco de Lucía (1) Parliament (2) Pat Metheny (1) Paul Giamatti (1) Paul McCartney (1) Paul Weller (1) Paulinho Nogueira (1) Paulo Moura (1) Penelope Cruz (1) Pere Ubu (2) Peri (1) Perotin (1) Perusio (1) Peter Frampton (1) Peter Gabriel (1) Peter Sarsgaard (1) Peter Tosh (1) piano (2) Pink Floyd (6) polca (1) Police (1) policial (5) pop (23) pop rock (4) pós-punk (6) Post-Punk (2) Poulenc (1) Power Metal (1) Presente (2) Primus (1) Prince (1) Progressive Death Metal (1) promocional (6) Public Image Ltd. (2) Puccini (1) punk rock (31) Quadrinho (1) Queen (1) Racionais MCs (1) Ramones (3) rap (2) Red Hot Chili Peppers (2) reggae (6) Reich (1) Return To Forever (1) Richard Wagner (2) Rick Wakeman (1) rock (70) rock de vanguarda (4) rock progressivo (9) rock psicodélico (3) rockabilly (2) Rolling Stones (2) romance (9) Ronnie James Dio (1) Rush (1) Russell Crowe (1) Rythm and Blues (5) Saint-Saens (1) Sam Raimi (1) samba (5) Sarah Vaughan (1) Satie (1) sax (1) Schoenberg (4) Schubert (3) Schumann (2) Scorpions (1) Scriabin (1) sebo (1) Série Especial de Domingo (80) Sex Pistols (6) Shirley Verrett (1) Show (1) Simone (1) Siouxsie and The Banshees (1) Sister Sledge (1) ska (1) smooth jazz (3) soul (9) soul jazz (4) speed metal (2) Spyro Gyra (1) Stan Getz (1) Stanlay Clarke (1) Star Trek (1) Steely Dan (1) Stéphane Grappelli (1) Steve Vai (1) Steve Winwood (1) Stevie Wonder (2) Stockhausen (1) Stravinsky (1) Sunday (1) Supertramp (1) surf music (1) suspense (14) swing (5) Symphonic Prog (1) synthpop (3) Talking Heads (2) tango (2) Tchaikovski (2) Technical Death Metal (1) techno (5) Television (1) Terri Lyne Carrington (1) terror (7) Tex (1) The Adverts (1) The B-52's (1) The Beach Boys (1) The Beatles (3) The Cars (1) The Clash (3) The Cramps (2) The Cream (3) The Crusaders (1) The Damned (1) The Doors (1) The Fall (1) The Germs (1) The Gun Club (1) The Hollies (1) The Jam (1) The Jazz Crusaders (1) The Modern Lovers (2) The Only Ones (1) The Penguin Cafe Orchestra (1) The Residents (1) The Saints (1) The Slits (2) The Specials (1) The Stooges (2) The Stranglers (2) The Trio (1) The Undertones (1) The Who (1) Thelonious Monk (2) Thin Lizzy (1) thrash metal (2) Throbbing Gristle (1) Titãs (1) Tom Jobim (2) Tom Petty (1) Tom Wilkinson (1) Top Blog (1) TOPS (1) Toquinho (1) Tracy Chapman (1) Traffic (1) trance (2) tropicália (3) Tudo isso é rock (1) valsa (1) Van Halen (2) Van Morrisson (1) Varèse (1) Vaughan Williams (1) Velvet Underground (1) Vera Farmiga (1) Vídeo (1) Viking Metal (1) Villa-Lobos (1) Vinícius de Moraes (1) Vinil (1) violão (1) Vivaldi (2) Watt 69 (1) Weber (1) Webern (1) Wes Montgomery (1) west coast jazz (1) Wheater Report (1) Willie Nelson (2) Winger (1) Winona Ryder (1) Wire (2) X-Ray Spex (1) Yardbirds (1) Yes (1)